araras de roupasAs roupas seguem padrões temporais, culturais e comportamentais, cada tipo é adequada para certos eventos e situações. O modo de se vestir diz muito sobre a personalidade das pessoas e é importante preocupar-se com a roupa certa, pois é aquela que favoreça seu biotipo e estilo de vida.

A roupa infantil deve proporcionar conforto acima de tudo, para que as crianças não se sintam incomodadas na hora de brincar e fazer as coisas de que mais gostam, elas não podem ficar presas a convenções e marcas famosas, o importante é se divertir sem desconforto.

O mesmo vale para os trajes esportivos, eles devem proporcionar bem-estar, não podem impedir os movimentos do atleta ou causar qualquer tipo de malefício porque isso pode prejudicar o desempenho de quem pratica esportes. A ciência é uma forte aliada na confecção dessas roupas, as marcas famosas não se cansam de investir em inovação e tecnologia para proporcionar aos seus consumidores os melhores momentos na hora de se exercitar.

Alguns tipos de roupa surgem na história para atender a um determinado fim, mas com o tempo podem conquistar o gosto popular e seu uso se renova, foi o que aconteceu com o jeans que durante o século XX foi deixando de ser visto como roupa de operário para entrar nas passarelas, e hoje é o tipo de roupa mais usado. Outra peça que sofreu esse tipo de mudança foi o terno que passou de roupa de lazer a esteriótipo de formalidade.

O vestido que era a única opção para as mulheres foi se modificando ao longo da história e depois das mudanças de comportamento pelos quais elas passaram no século XX, ele se adaptou. Ainda é muito usado, mas o guarda-roupa feminino tem outras peças, até inspiradas nas roupas masculinas. Os vestidos não deixaram de ser cogitados nos grandes eventos, como as festas, bailes, mas é importante se atentar para a etiqueta social e usar o tipo certo em cada comemoração.

As roupas íntimas também sofreram transformações, a influência das mudanças do papel da mulher na sociedade alteraram a maneira como ela se vestia e consequentemente a roupa de baixo teve de se adaptar, ficando menor e menos volumosa, além de mais prática.

As transformações no mundo na moda também podem propor tipos de roupas para cada corpo, para escolher aquelas que vestem melhor é necessário conhecer o próprio biotipo para poder se vestir melhor.

Roupas Típicas

Cada povo tem seus próprios costumes e tradições e as roupas fazem parte desse conjunto de individualidade de uma determinada cultura. Essas peculiaridade estão na roupa, pois ela reflete a maneira que aquele povo pensa e a forma deles encararem o mundo. Veja a seguir alguns trajes típicos muito famosos:

Holandês: os holandeses são lembrados através da imagem dos camponeses, as mulheres com vestido preto e branco e chapéu típico com duas pontas laterais e os homens com calças largas e camisa branca, sem esquecer os coloridos tamancos de madeira que se usava antigamente para mexer com a terra e proteger os pés;

Alemão: o traje mais conhecido da Alemanha é proveniente de uma região específica, da Bavária, são de lá a maior parte dos imigrantes alemães que vieram para o Brasil e se fixaram no estado de Santa Catarina. Essas roupas representam o folclore dessa parte do país germânico e é utilizada na festa mais conhecida de lá, a Oktoberfest;

Japonês: o quimono é a roupa que representa os japoneses e sua cultura, ele é um traje tradicional e geralmente feito de seda, produzida através da técnica milenar da sericultura, cujos fios são extraídos do bicho da seda. A partir daí, pôde-se ter diferentes pinturas, uma verdadeira obra de arte, já que muitos são pintados à mão. A imagem do japonês vestindo um quimono é muito antiga, foi trazida ao ocidente quando navegadores portugueses e espanhóis tiveram o primeiro contato com esse povo no século XVI (No Brasil, muitas roupas de marca comercializam a tradição japonesa);

Italiano: cada região da Itália tem um traje típico diferente, isso depende de onde se localiza, qual é o clima do lugar e de que povos sofreu influência. Por exemplo, a região norte é mais fria eAli houve muito contato com alemãs e austríacos, já no sul o clima é mais quente, os trajes costumam ser mais leves e coloridos. É possível identificar as cores azul, vermelho, verde e branco em muitos trajes oriundos da Itália;

Indígena: no Brasil, os povos nativos influenciaram muito a construção de nossa própria cultura. No processo de colonização seu modo de se vestir foi renegado pelos colonos portugueses por ser encarado como pecaminoso. Porém, eles ficaram conhecidos pelas forma que se vestiam, principalmente os seus adereços feitos de pena, palha e sementes, matérias abundantes na natureza, de onde eles costumavam retirar seus recursos.

Roupas Esportivas

mulher treinando lutaNão é recomendado usar qualquer roupa para praticar esportes ou atividades físicas, o ideal é ter algumas adequadas ao tipo de prática esportiva, de preferência de boa qualidade com tecidos resistentes e que proporcione maior conforto.

Hoje em dia as marcas de artigos esportivos investem alto em tecnologia de ponta com o propósito de dar ao consumidor bem-estar e tranquilidade na hora de se movimentar.

Os tecidos são mais adaptáveis, permitem a evaporação do suor e dão mais amplitude nos movimentos executados. Por isso, é bom adquirir sempre as roupas esportivas de melhor qualidade. Existem roupas de marca especializadas nessa linha. Portanto, não compre as inferiores pensando no preço, pois elas duram menos e não tem a mesma eficiência.

A malha é o material mais importante, pelo menos nas roupas esportivas femininas, ela deve ser espessa mas não deve abafar, as malhas muito finas ficam transparentes e são fáceis de rasgar ou descosturar e não dão sustentação necessária. Para tops e blusas é preciso conferir os forros, eles são importantes para absorver a transpiração e não deixar aquele desconforto de estar com a pele molhada.

Tecido Antimicrobiano

O mercado oferece tecidos tecnológicos com função antimicrobiana que podem impedir que o esportista fique com mal cheiro, isso dá uma sensação mais agradável a quem pratica esporte cotidianamente.

O funcionamento dessa tecnologia pode acontecer de diversas maneiras, pode ser por aplicação de prata nas microfibras do tecido que impede a proliferação de micro-organismos responsáveis pelo odor do suor. Pode ser, ainda, colocando substâncias químicas antibacterianas que não deixam proliferar fungos e mau cheiro no tecido.

Benefício dos Tênis

Os sapatos são tão importantes quanto as roupas, cada tipo de esporte exige uma estrutura de sapato distinta, por isso é importante ficar atento àquele que irá suprir suas necessidade e não causarão nenhum tipo de transtornos como dores e lesões.

Nos esportes de corrida, caminhada e academia, os tênis com amortecedor de impacto são essenciais, pois eles amenizam a força que o corpo sofre ao se movimentar e podem prevenir alguns males causados pela repetição constante desses movimentos.

Nos esportes com bola, por exemplo, cada um tem seu estilo específico de calçado, desenvolvidos com muita tecnologia, eles atendem as necessidades dos praticantes desse tipo específico de prática. No futebol, por exemplo, são usadas as chuteiras, as travas posicionadas na sola impedem que escorreguem em campo e seu desenho ajuda no desempenho do chute da bola, como nenhum outro tênis pode fazer.

Roupas do Dia a Dia

Roupas para Trabalhar

roupa para trabalharAs roupas para usar no ambiente de trabalho devem ser comportadas e estar de acordo com o lugar, algumas profissões exigem mais formalidade que outras, portanto é importante se vestir de forma adequada.

Roupas Femininas

Saias: deve-se ter cuidado com essas peças, pois no trabalho saias muito curtas não pegam bem, elas devem ter uma altura mediana, não podem ser demasiadamente justas, para não marcar demais o corpo. As saias de cintura alta são ideais porque elas são elegantes, dão um ar mais sofisticado e ainda modelam o corpo.

Vestidos: segue a mesma regra das saias, com comprimento perto dos joelhos. Os tecidos lisos ou com estampas discretas são os mais cotados, devem ser discretos. É bom ter cuidado com os decotes, o ambiente profissional exige que eles sejam mais comportados.

Jeans: procure usar jeans mais escuro, os mais lavados deixe para momento de lazer. Não use os de cintura muito baixa e aqueles excessivamente justos, procure os de corte mais tradicional.

Blusas: use blusas básicas, sem desenhos ou estampas muito chamativas, elas podem combinar com outras peças.

Camisas: as camisas são essenciais para alguns tipos de ambiente, tente diversificar nas cores, modelos e cortes.

Roupas Masculinas

Jeans: As roupas masculinas nos ambientes mais informais eles são permitidos, seguindo certas regras, não use calças de cintura baixa que deixem aparecer a cueca, por exemplo, não é de bom tom para sua imagem profissional. Não use jeans muito claro, vista os mais escuros, como azuis e pretos.

Camiseta: devem ser bem básicas, sem desenhos ou frases escritas.

Camisa pólo: elas combinam com o jeans deixam o look mais comportado, tanto as lisas como listradas.

Calça social: para os ambientes profissionais mais formais, como por exemplo, escritórios de advocacia.

Camisa social: a branca é a mais básica, combina com tudo, mas é permitido variar cores, aposte em cores escuras e nas de tons pastéis também.

Roupas para o Fim de Semana: Nos finais de semana devemos relaxar, não seguir regras para se vestir, colocar só aquilo que nos deixa muito à vontade. Porém, é preciso ter um pouco de bom senso, colocar roupas que vestem bem e estar de acordo com o ambiente que frequenta.

Roupas para o dia

Ambiente familiar: estar entre familiares e amigos nos deixa muito confortáveis e a roupa deve ser de acordo, é permitido usar shortinhos, mini saias, bermudas, blusas de tecidos leves, vestidinhos. Já para os homens, bermuda, regata e chinelos.

Restaurantes: é preciso conhecer o estabelecimento onde vai comer se for um lugar mais simples alguns tipos de roupa mais relaxadas podem ser usadas, mas se for mais formal, não apareça lá de bermuda e shorts ou mini-saias porque pode ser barrado na entrada.

Parques: muitas pessoas gostam de ir a parques com a família ou amigos nos dias de folga, nesses lugares o ideal é ir com uma roupa bem fresca, leve e que te proporcione bem-estar, principalmente se for dia ensolarado, não há formalidades. Para quem procura esses lugares para prática de esportes, pode ir bem equipado com roupas adequadas para caminhar e correr.

Roupas para noite

mulher arrumadaBoates e clubes noturnos: esses lugares exigem um look mais arrumado, não precisa ser formal, as meninas podem usar vestidos, até curtos e com brilhos, mas os meninos precisam estar trajando calça comprida, nada bermudas.

Bares e restaurantes: é preciso ter um visual mais arrumado para frequentar esses locais durante a noite, calça, vestidos, saias são recomendados para as mulheres, os homens deve ir sempre de calça. Muitos desses estabelecimentos não permitem a entrada de pessoas com bermuda e chinelos.

Festas: o local da comemoração e o tipo da festa são muito importantes para definir que tipo de roupa usar. Quando se trata de reuniões informais, mais íntimas, a roupa usada pode ser simples, o jeans é permitido desde que seja com blusas ou camisas mais arrumadas, despojadas. Se for um pouco mais formal, os homens podem até optar por blazer. Em caso de festas que exijam passeio completo, um terno escuro é obrigatório.

Roupas de Dormir

Origem dos Pijamas

mulher de pijamaOs pijamas são roupas para dormir, por isso exigem conforto para não incomodar e proporcionar uma noite agradável. Foi pensando em relaxar, que no século XVI, as pessoas trocavam as roupas pesadas que usavam durante o dia por camisolas compridas e largas para passar a noite.

Essa vestimenta precursora do pijama era feita de lã, tanto para homens quanto para mulheres, pois esse material esquentava o corpo nas noites frias da Europa.

No século XVIII surgiu na França uma camisola feminina que podia ser vestida para ficar em casa e para dormir, essa peça ficou conhecida como Négligée. Até hoje esse pijama é usado mas não é o mesmo, ele adquiriu um toque de sensualidade, tem detalhes muito delicados, como cetim, seda, rendas e laços.

Atualmente os pijamas são roupas populares, a grande maioria das pessoas tem o costume de usá-los. O mercado explora bastante essa popularidade, fabricam-se diversos modelos, feitos dos mais diferentes tecidos, para todas as estações do ano, direcionado a homens, mulheres e crianças.

Roupas Íntimas

As famosas roupas de baixo, tanto masculina quanto femininas, não são itens da indumentária moderna, vêm dos primórdios da humanidade, serviam de proteção, como ainda são, mas passaram por muitas transformações, se adaptaram à cada época. Conforme o homem evoluía suas roupas mudavam, as roupas íntimas também passavam por mudanças. 

Roupa Íntima Feminina

As transformações que a roupa de baixo feminina sofreu tem uma forte relação com o papel que a mulher ocupava na sociedade. Na Idade Média, as roupas deveriam esconder o corpo o máximo possível, pois ele era encarado como fruto do pecado, dessa forma as vestes longas serviam para dar um ar recatado a mulher.

Durante um período de aproximadamente quatrocentos anos (do Renascimento ao início do século XX), os espartilhos fizeram parte das vestes íntimas das mulheres, serviam para modelar o corpo, afinar a cintura e levantar os seios.

Porém, o uso dos espartilhos não era confortável, apertava excessivamente as costelas, por isso causava problemas de saúde relacionados a deformidade nessa região e também falta de ar, devido a compressão nos pulmões já que havia dificuldade na respiração.

No início do século XX isso começou a mudar, foi inventado na França o sutiã (do francês soutien que significa suporte), tratava-se de uma peça mais confortável com a função de sustentar e proteger os seios, desde então esse item não parou de ser reinventado. Hoje podemos encontrá-lo no mercado em diferentes tipos de tecido, com fechos mais práticos e para diferentes fins, como redução, aumento e práticas de esportes.

As calcinhas também passaram por esse processo, antes das que conhecemos hoje, usavam-se uma peça que chegavam até a altura do joelhos, conhecida como calção, era feita do mesmo tecido das meias, que se usava por baixo dos vestidos. Com o início do século XX, a forma de se vestir foi mudando, não se usava mais tantas camadas de tecido e por isso a roupa de baixo teve que diminuir e ficar menos volumosa.

Nessa época as combinações eram as mais usadas, feitas sob encomenda eram peças delicadas e muito femininas, confeccionadas com tecidos leves, como a seda e eram usadas por baixo dos vestidos. Ao longo do século passado essas peças foram ficando menores e se adaptando ao que a mulher moderna precisava até chegar aos modelos fio-dental na década de 80.

Assim como qualquer tipo de roupa, as íntimas podem atender as necessidades de todas as mulheres, pois existem modelos variados que se encaixam para cada tipo de corpo, ocasião e gostos. As mais recomendadas por especialistas são as de algodão, pois elas são mais confortáveis e ajudam na oxigenação da pele.

Roupa Íntima Masculina

As peças que os homens costumam usar por baixo de suas roupas tem como princípio conforto, praticidade e proteção, desde os tempos da caverna que o homem necessita desses itens e por isso usava uma tanga amarrada nos quadris.

A história da moda nos revela sempre a presença de um elemento desses na indumentária masculina, que a princípio era um calção, conhecido como ciroula, era feito de linho e usado por baixo das calças. Após a Revolução Francesa a maneira de se vestir ficou mais simples, valorizava mais a casualidade e a roupa de baixo ficou mais leve, confeccionada de algodão.

Durante o século XX, as peças foram ficando menores, começaram a ser fabricadas em tecidos elásticos, ficaram mais anatômicas. Outro modelo que se tornou muito popular foi a samba canção, parecido com um short, mais largo que as de elástico, são usadas até hoje, por serem muito confortáveis.

Terno e Gravata

homem de gravataTerno e gravata são símbolo de formalidade e elegância, mas nem sempre foi assim, quando o terno foi inventado no século XVIII atendia a aristocracia francesa, era uma roupa para ser usada nos momentos de lazer dos homens. O corte era um pouco diferente, era um pouco mais largo.

Mas o modelo clássico influenciou o que se usa hoje, por exemplo, a fenda que existe na parte inferior das costas é um componente do terno original e tinha uma finalidade, de proporcionar maior conforto para cavalgar. Esse detalhe continuou a ser feito nos ternos durante mas ao longo do tempo e ele foi mudando, inclusive sua utilidade.

Um exemplo disso é o uso do terno em eventos formais e assim como por pessoas que exercem algum tipo de atividade importante, como deputados, senadores, juízes, advogados, executivos, dentre outros. O uso de terno é sempre acompanhado por gravata, camisa, calça e sapatos sociais que complementam o visual de formalidade exigido por algumas profissões e festas (que exijam passeio completo).

Veja algumas dicas para ficar bem de terno e gravata: 

  • Prefira os ternos escuros, eles são mais clássicos e deixam mais elegantes;
  • Os mais gordinhos devem usar os modelos mais clássicos, pois os novos são mais justos e marcam muito o corpo;
  • As gravatas devem sempre estar na altura da fivela do cinto, fique atento para a gravata ideal para a sua estatura;
  • A camisa não deve ter estampa chamativa, assim como as gravatas, devem ser leves e em cores neutras.